Veja como funciona o funil de vendas no Marketing Digital

Veja como funciona o funil de vendas no Marketing Digital

O marketing digital acompanha o cliente durante o que chamamos de “jornada de compra” – é o caminho que ele percorre desde a descoberta do seu produto ou serviço até a decisão de adquiri-lo. O funil de vendas ilustra bem este processo

 O FUNIL DE VENDAS

 

02-–-O-FUNIL-DE-VENDAS

O topo é a parte mais larga porque, em qualquer ação de divulgação, sempre uma grande base de pessoas é estimulada.

Pense que a sua pizzaria distribua todos os meses dez mil folhetos na região atendida. A partir dessa ação, pelo menos dez mil pessoas passarão a conhecer o seu negócio, mas é um público ainda muito grande: alguns já estão acostumados a consumir de outras pizzarias (são fidelizados pela concorrência) e outros podem ter o hábito de pedir cada semana em um local diferente (ainda não foram fidelizados). Há também quem não coma pizza.

A primeira fase do funil de vendas age sobre todos esses públicos, mostrando que seu negócio existe. No marketing digital, este é o papel dos anúncios e posts nos seus canais de mídias sociais, textos para blog, vídeos e newsletters.

DO CONTATO AO LEAD

03-–-DO-CONTATO-AO-LEAD

O meio do funil é a etapa em que uma parte deste público inicial se torna lead – na linguagem da comunicação, aqueles que demonstraram de alguma forma interesse no produto ou serviço da sua marca.

Voltando ao exemplo da pizzaria: pode ser aquela pessoa que tem o hábito de consumir pizza semanalmente, mas que ainda não foi fidelizada por outro restaurante. Ela é, sem dúvidas, um potencial cliente e o seu papel é converter o interesse em venda.

Com ferramentas digitais, o mesmo acontece. Sua empresa precisará “trabalhar este lead” com informações sobre o produto, novidades e até promoções para que ele decida consumir o seu produto.

E OS QUE JÁ POSSUEM UMA PIZZARIA FAVORITA, NUNCA VOU CONVENCER?

04-–-E-OS-QUE-JÁ-POSSUEM-UMA-PIZZARIA-FAVORITA,-NUNCA-VOU-CONVENCER

Para estes, a estratégia é continuar o trabalho de topo de funil, mostrando as qualidades e diferenciais da sua marca, oferecendo facilidades e condições compatíveis com os produtos que ele já consome. Neste caso, o objetivo é convertê-los em leads e trazê-los para o meio do funil.

CONVERTI O INTERESSE EM UMA VENDA. ACABEI MEU TRABALHO?

05-–-CONVERTI-O-INTERESSE-EM-UMA-VENDA

Se você promete entregar a sua pizza em até 40 minutos, todos os processos internos (produção, comercial e logística) devem estar alinhados para atender a esta demanda. Imagine que na primeira experiência com a sua empresa aquele lead receba a pizza fria e depois de duas horas do pedido ou que você tenha entregado o sabor errado… A possibilidade de ele não pedir mais de você é bem alta. A base do funil de vendas é o momento de a empresa mostrar que tem a qualidade que ela anuncia!

 

TRABALHO CONTÍNUO
06-–-TRABALHO-CONTÍNUO

No marketing digital, o final do funil não significa o fim do trabalho, mas apenas uma das fases da jornada de compra com o cliente. Conseguiu vender? Agora o papel da sua comunicação será o de fidelizar e gerenciar essa experiência com o novo cliente, lidar com eventuais críticas e trabalhar para recuperar aqueles que por qualquer motivo tenham tido uma crise de confiança com seus produtos e serviços.

Esta parte do trabalho, de gestão do relacionamento com o cliente, é chamada de CRM (Customer Relationship Management) e falamos dela neste texto do nosso blog.

QUER VENDER MAIS? ENTÃO FALE COM A GENTE!

 

Em ambiente digital, contar com profissionais para cuidar da comunicação da sua empresa é fundamental. Se você ainda não está fazendo isso, seus concorrentes estão – e estão crescendo e vendendo mais.

Fale com a Kiwi – (11) 97191-8971 / contato@sitedakiwi.com.br – e vamos juntos trabalhar a sua marca como ela precisa e merece!